RSS Feed

Luzes, Camera, Quadradinhos!

 

O que se segue é uma transcrição aparvalhada de uma reportagem televisiva:

[ Entra a música do saudoso ‘Acontece’ ]

Repórter: Então ‘jovem A’, deves estar excitado por ir ver o últime filme do ‘HP’, mas decerto (snobismo extremo da jornalista)  já deves saber o final por já teres lido todos os livros, certo?

Jovem A: Fonix, népias! Não tenho pachorra para LER. Eu sò vejo os filmes.

Jovem B (obesamente mórbida): E só se for em 3-D!!!

Ora depois, desta descrição da reportagem da estreia do ‘HP’  7 e mei0 (não confundir com a impressora e com o filme de Fellini), coloco esta questão?

Quantos jovens fez o ‘HP’ ler mais em Portugal?

Resposta: ZERO.

 

Quando começaram a dizer que o fenómeno ‘HP’ fazia ler mais os miúdos eu mandei esses estudos bugiar, porque desde ‘Uma Aventura na Cidade’ que nenhum livro infanto/juvenil faz ler mais a criançada.

E ainda se torna mais grave ao dizer-se que esse boom na compra dos livros da saga se deve ao facto da garotada Portuguesa se identificar com o Harry. Na minha opinião isso é falacioso e não passa de um grande embuste.

Se me disserem que os ‘rugrats’ das terras de sua majestade se identificam com o Harry, aí até posso acreditar, mas em Portugal os rankigns de ‘Funacas e afins’ não passaram de uma contagem de pais de classe ‘média-alta-altíssima’ que compraram HPs para os putos meterem na estante e jamais os abrirem.

Não há nada nas aventuras deste personagem que faça uma criança Portuguesa identificar-se com este personagem ‘unidimensional’ e puramente britânica.

E de quem é a culpa dos putos não lerem?

Não, não é das consolas (para jogar há que ler os códigos da batota), nem da internet (quem está no msn, está a ler e a corrigir mentalmente os erros ortográficos dos interlocutores) e nem dos Morangos com Açucar (senão como saberiam ler as letras dos Sobremesa de trás para a frente). 

A culpa é sim dos paizinhinhos que impingiram esses calhamaços dessa ‘Bifa’ que mais não fez que copiar a obra ‘The Books of Magic’ de Neil Gaiman e acrescentar-lhes uns bons metros de palavreado mal escrito.

Quem deu livros do HP aos filhos devia levar uns açoites da sua antiga professora de 4ª classe, pois impediu as crianças de descobrirem como é bom ler um bom conto infantil que os teria divertido muito mais e não os faria escravos de uma máquina comercial que é o HP.

 

E o pior foi que nos fizeram acreditar que os filmes (a pior saga alguma vez produzida) atraia os jovens para a literatura.

BURRICE!!! Afastou-os ainda mais e com os seus milhentos produtos derivados tornou muitas crianças em pirralhos mimados e consumistas.

 

Por isso digo:

‘Up yours Potter!You shall not be missed’

P.S: Senhores paizinhos, educadores e iluminados…a Nona Arte merece um grande pedido de desculpas, porque ouvi muitos de vós dizer: ‘Ler o Harry Potter é melhor que ler essas azeitadas das historietas aos quadradinhos.’ e afinal o que aproximou mais os jovens da leitura foi a Banda Desenhada.
 

 

Photobucket

Anúncios

About sketchbookportugal

Revista On-line sobre Banda Desenhada e muito mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: