RSS Feed

From your man in the Gipsy town: DC comics censura um comic!

A DC já foi conhecida por ser uma editora de mente aberta (ver Green Lantern – Green Arrow quando descobreem que o Speedy dá na ‘coca’), mas hoje em dia não passa de um fantoche da Warner Brothers e prova disso é a edição número 712 de Superman onde era apresentada a origem de um Superman Islâmico.

A edição foi completamente apagada do mapa, já estava desenhada e pronta a sair da gráfica quando um iluminado decidiu que o comic era Anti-Americano.

Dizem que não há censura na terra do Tio Sam, mas lá existe e é a doer.

Quando confrontados com as acusaões de xenofobia, os editores responderam que o cancelamento se deveu a uma página onde o Superman salva um gato de uma árvore e com o novo filme violento que aí vem feito por Zack Snyder (o Gimp da Nona Arte) não querem que o Super Homem seja associado a acções suaves, mas sim a força.

O que é engraçado é que a história que meteram a substituir é uma reedição com o Krypto, o cão do Superman a dizer que tem saudades do dono…LOL

Quando eu disser:

1

 

2

 

3

A PIOR DESCULPA DE SEMPRE!!!!

 

GANHEM vergonha na cara senhores da DC. Se admitem que o Jim Lee faça a pior reformulação da história, admitam também que são uns Xenofobozinhos de meia tigela.

Deixo-vos a capa do livro original, também ela censurada.

Photobucket

 

 

Anúncios

About sketchbookportugal

Revista On-line sobre Banda Desenhada e muito mais.

2 responses »

  1. A DC é igual a todas as outras ao nível da censura… e esta normalmente tem duas vertentes: sexual e política!
    A mais usada é a censura sexual, que chega ao cúmulo de livros “para adultos” terem de ficar nas zonas “mais escuras” das livrarias obrigatoriamente, e se tiver cenas de sexo mesmo nem sequer podem estar expostos nesta zona… não podem estar à vista de ninguém, são vendidos apenas a quem os pede porque sabe que existem.
    O cúmulo é que a censura à violência não existe…

    Abraço

    Responder
    • É verdade..o Tio Sam não censura a violência e incita os seus jovens a ir para a guerra…Enquanto isso o Rob Liefield anda todo contente no twitter a dizer que o regresso da ‘Evangeline’ está a ser reverenciado pela comunidade evangelista norte-americana. O artista responsável por esta nova mini até é interessante, mas a personagem é chatissima.

      Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: