RSS Feed

From your man in the Island – Manga Fora de Prazo!

No mundo da Nona Arte em Portugal as novidades aparecem de duas maneiras, ou são divulgadas durante anos para que na hora do lançamento sejam canceladas ou então aparecem nos bastidores dos grandes centros urbanos para que o povinho nunca chegue a ouvir falar deles.

De que nos estamos aqui a queixar?

Do Concurso para Mangakas Portugueses (Alerta! Alerta! Cota que pensa que sabe como falam os jovens dos anos 00) das Edições ASA, pois claro.

A ASA e as empresas de material escolar Staedtler e Faber promoveram entre os dias 15 de Outubro de 2008 a 31 de Março de 2009 um concurso de ‘Manga’ a decorrer em todas as escolas nacionais (não chegou nada à ilha onde estou, segundo o departamento de Artes) para encontrar jovens artistas que façam duas páginas de BD sobre o tema ‘O Fantástico Mundo Manga’ (Bomba Cota acaba de cair no Japão e destrói todo o arquipélago).

Os ‘artistas’ deviam inspirar-se (leia-se copiar por cima) nas personagens das três séries que a ASA lançou em 2009 e o mesmo estava aberto a alunos entre os 10 e 16 anos, mas estes só podiam participar nos mesmos se um professor (leia-se pessoa que anda preocupada com a Avaliação dos Docentes e que acham que BD é Astérix) os coordenasse.

Os prémios seriam materiais escolares, livros de BD da ASA (sim, porque os Manga da ASA são tão maus que nem os dão como troféu) e ainda…um ESPECTACULAR…não, não é um carro…mas sim, Workshop sobre Manga para toda a turma do petiz realizada por um (e agora vamos citar para não acharem que estamos a denegrir a velha senhora) ‘ilustrador especialista na matéria’.

O vosso queixo está no sítio?

Pois, o nosso não ficou, pois a capacidade criativa do departamento de relações públicas da ASA é tão vasta, que a partir de agora vou repensar tudo o que sabia sobre como convencer a ‘criançada’ a gostar de brócolos e espinafres e vou passar a remeter essa tarefa para esse mesmo departamento criativo.

Porque será que um ano depois este concurso e o seu resultado continua a ser tão secreto como quando foi lançado?

Ponto 1 – Quem gosta de Manga hoje em dia, gosta porque passa horas a sacar as séries de animação Japonesa da net e está um bocado a marimbar-se para tudo o que implica trabalho e leitura (principalmente quando o trabalho pode não dar direito a qualquer recompensa).

Ponto 2 – Impingir um tema que para além de ter o adjectivo ‘fantástico’ na sua designação instiga os participantes a copiar por cima de personagens já existentes é a) desmotivante e b) estúpido.

Ponto 3 – Propor um concurso que tem como simples objectivo vender mais um ou dois livros, quando se podia olhar com olhos de ver para as candidaturas dos concorrentes e considerar apoiar, quiçá investir numa futura geração de artistas nacionais, é tão útil como ter um primeiro-ministro num pais que não tenha dinheiro para desviar para contas na Suiça.

Ponto 4 – Num mercado como o nosso em que temos de esperar pelas ‘esmolas’ dos espanhóis para ter BD nas bancas, em que todos os autores nacionais se dedicam à BD alternativa e em que Manga é sinónimo de (e vamos citar outra vez) ‘bonecada que corta cabeças e que dá ataques de epilepsia’ a ASA anuncia aos quatro ventos que possui nas suas ‘catacumbas’ o único exemplar Português de ‘Homo Sapiens Especialistis Mangakis’ capaz de dar um workshop aos adolescentes que sabem mais sobre Manga do que toda uma equipa editorial junta ( sim, foi de tal forma secreto, que nem se atrevem a revelar o nome de tal criatura).

Conclusão: Com manobras promocionais destas não nos estranha nada que a aventura Manga da Asa continue em águas turvas.

Obras obscuras que são lançadas ao ritmo de uma galinha poedeira; um apostar nulo no acompanhamento das verdadeiras tendências dos jovens; inexistentes estudos de mercado; divulgação nacional irrisória…É assim que a mais forte editora deste nosso jardim à beira mar plantado quer conseguir fazer vingar este produto que se espalha por todo o mundo menos em Portugal?

Enquanto se continuar a dar carta branca a iluminados que não fazem a mínima ideia do que desperta a atenção dos leitores e se investir o mínimo esforço para apresentar produtos de qualidade nada se consegue e cada vez mais o mundo virtual vencerá.

E depois? Quem se importa? Ao fim ao cabo daqui a um ou dois anos a editora parará de publicar Manga e quem arcará com as culpa serão os leitores, que na opinião dos editores são (citemos, irmãos) ‘brutos, boémios, incultos, autistas, não tem emprego ou são arrivistas e mal educados’ (obrigado Mestre JP Simões).

Muitos estão a dizer (sim a senhora também) cresçam e apareçam, mas ei estamos apenas a dar-nos conta do óbvio ‘don’t kill the messengers

ASA crap

Anúncios

About sketchbookportugal

Revista On-line sobre Banda Desenhada e muito mais.

2 responses »

  1. Good God. A sério?

    Grande artigo. Bravo. Só é pena serem assim as iniciativas que temos mas pelo menos, eles tentaram. Ou não.

    Btw, não sou nada a favor desta moda da malta que desenha manga se autodenominar “mangaka”.

    Responder
  2. Que cena.lolo
    Mesmo a tugas.

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: